Você está em:


  • Clique na imagem para ampliar Dia dos Namorados

    Tem um momento mágico na vida que conhecemos “aquela” pessoa que faz o coração acelerar, as mãos tremerem e o sorriso brotar. Esses são sinais de que encontramos um amor. Um amor que desperta um imenso desejo em se encontrar, fazer tudo junto, estar junto, compartilhar cada minuto, cada experiência do dia a dia. 

    Você já deve ter vivido ou ainda viverá esse momento na sua vida. Caso tenha se deixado dominar pelo desejo de viver mais e mais dias ao lado da mesma pessoa, deve saber que estamos falando do começo de um namoro. E à medida que se conhecem mais, que outro transmite segurança e calma, percebe-se o encontrou da sorte de ter alguém pra dividir uma vida ou um pedaço dela. 

    E se o amor for pra valer, essa fase prazerosa dá lugar a uma melhor ainda: o casamento. Inicia-se então o período que oferece o sabor da alegria em forma de vida boa, a dois, todo dia. É aí que se descobre a alegria de dividir uma conquista pessoal primeiro com o outro, de vibrar pelo sucesso do outro ou de simplesmente rirem da vida juntos.

                    Belas histórias como essa felizmente se repetem a todo o momento, em vários lugares. E aqui não é diferente. Apresentamos a vocês alguns namoros que deram tão certos que viraram casamento.

                    Há cinco anos Ana Renata é colaboradora da Granfino e há oito anos ela é casada com o também colaborador Gilliano, que trabalha no Faturamento. O namoro de três meses foi o tempo suficiente que eles precisaram para descobrir que a relação tinha tudo para dar certo, mesmo não planejando o enlace, ele aconteceu sem perceberem. E quando se deram conta, estavam casados. “O casamento é um projeto sério de vida a dois, no qual cada um está comprometido em fazer o outro crescer, isto é, ser melhor a cada dia”, assim descreve Ana Renata. Dessa união surgiram cinco filhos: o casal Julio e Gilliana, de 12 anos; Anna Clara, de 9; Manuela, de 8 e Matheus, de 6 anos.

    Diante de tanta simpatia ela conquistou o colaborador Rodrigo Medeiros. Estamos falando de Monique Vitória, que há cinco meses se transformou em Senhora Medeiros. Ela trabalha na recepção e ele no Setor da Ração, mas não foi aqui que se conheceram e sim numa festa. Até o dia do sim do casamento, sete anos de namoro foram vividos com muito amor e romance. E por falar em romance, o Rodrigo a conquistou mesmo foi com seu jeito tímido-romântico. Ele simplesmente a surpreendeu com um belo pedido de noivado no dia do seu próprio aniversário, na frente de ambas as famílias.  É assim o casamento para o casal, um compromisso para ser desfrutado na bonança ou na tempestade por toda a vida.

    Outra bela história de amor pode ser contada a partir da união dos colaboradores Patrícia e Carlos Alberto, mais conhecido com Beto. O casal trabalha aqui na Granfino há mais de uma década. Eles se conheceram através de um parente e o namoro de cinco anos transformou-se em um casamento de vinte e oito anos. Prova de tanto amor e companheirismo são os filhos do casal, a Juliana, que acabou de completar 15 anos e o Carlos Henrique, de 13 anos. Beto conta que o maior e melhor presente que os dois ganharam com a relação foi o compromisso de serem sempre o melhor presente um para o outro, presentes um na vida do outro e companheiros em todos os momentos.

     


A história da Granfino pode ser contada a partir de um pequeno armazém de secos e molhados, administrado de forma familiar pelos irmãos Alvarino, Waldir e Abel Coutinho. Embalados pela venda de fubá...