Você está em:


  • Clique na imagem para ampliar Dia do Trabalhador

    No do dia 1º de maio, o Rotary Club de Nova Iguaçu realizou a 55° Festa de Interclubes nas dependências do SESI de Nova Iguaçu, no Bairro da Luz. A festa, que teve o comando do Patrono Roberto Cabral Neto, reuniu centenas de colaboradores de empresas iguaçuanas que participaram da comemoração pelo dia do trabalhador.

    Como nos anos anteriores, a festa que começou às 9 horas, contou com hasteamento da bandeira ao som do Hino Nacional do Brasil pelo presidente do Rotary Genison Rocha e presença do Casal Governador Pedro Loureiro Durão e sua esposa Zélia. O evento ofereceu um Fórum de Serviços Profissionais em que o Expositor foi o GD Bemvindo Augusto Dias e o Moderador o GD Pedro Durão.

    Para a diversão da criançada, houve recreação infantil com o Mágico Janjão. Na tenda central montada com espaço para as mesas, o grupo de pagode Canto Livre animou a tarde ensolarada da sexta-feira. A descontração também alegrou a família inteira com a brincadeira dança das cadeiras e distribuição de vários brindes.

    Nesse ano a disputa pelos troféus aconteceu no salão e no gramado. A Granfino disputou a categoria Futebol de Salão com a Empresa P & G e venceu por 9 x 2, tornando o  time campeão direto. O artilheiro da partida foi o colaborador Guilherme, que marcou dois gols.

    Na categoria Futebol de Campo, a animação ficou por conta dos times das empresas da região, que se enfrentaram em jogos ao longo de todo o dia, em busca do título concorrido no torneio de interclubes, que dá nome à festa.

    Na primeira rodada, a Granfino ganhou de 4 X 0 do time da empresa Bromberg. O artilheiro da partida foi o colaborador Thiago. Na semifinal, a Granfino jogou contra a Pimpinela e venceu com um gol do colaborador Leonardo. Infelizmente o troféu Futebol de Campo não foi para a Granfino. Na final a nossa empresa empatou em 2 x 2 com o Posto FM, em que o artilheiro foi o colaborador Kléber. No entanto, o time do Pasqualino perdeu a taça na decisão dos pênaltis.


A história da Granfino pode ser contada a partir de um pequeno armazém de secos e molhados, administrado de forma familiar pelos irmãos Alvarino, Waldir e Abel Coutinho. Embalados pela venda de fubá...