Você está em:

  • 25
    DEZ

    O presente que a solidariedade de presentear nos oferece

    • Por Comunicação Granfino
    • Categoria Responsabilidade Social
    • Comentários 0


    “Existe mais felicidade em dar do que em receber” (Atos dos Apóstolos 20,35). Esta frase bíblica, atribuída a Jesus de Nazaré por Paulo de Tarso, resume bem o sentimento de satisfação e alegria quando você se esforça para ajudar os outros. A solidariedade, norteada pela empatia, realiza mais profundamente o humano em nós. Faz-nos um grande bem. Dá sentido ao nosso existir. Por isso é tão acertada a seguinte frase atribuída a Francisco de Assis: “É dando que se recebe”.

    Nas festividades de final de ano, especialmente no natal, existe o costume social de presentear as pessoas a quem amamos. O gesto, por vezes, é mais importante que o presente. E ao fazer isso, somos enriquecidos com a alegria de quem recebe o presente. Quando presenteamos, num gesto de caridade, pessoas, que devido à falta de oportunidade, são excluídas socialmente, a alegria parece maior, pois quem é presenteado não esperava sê-lo.   

    Desde o ano de 2010, alguns colaboradores da Granfino, motivados pelo Núcleo de Responsabilidade Social, têm realizado uma campanha de natal de apadrinhamento de crianças pobres. Nestes anos foram apadrinhadas 135 crianças de várias instituições beneficentes. No último natal, a dinâmica foi diferente. Escolhemos apadrinhar crianças de três famílias pobres, uma de Queimados, e outras duas de Nova Iguaçu, do bairro Vila Operária e do bairro Califórnia. Desta vez, conseguimos apadrinhar mais 14 crianças, que foram presenteadas com brinquedos, roupas e calçados.

    A experiência de entregar os presentes às crianças é fantástica. Não tem preço que a pague. As crianças aguardam ansiosas. Ficam sem dormir. Quando recebem os presentes, se encantam com os brinquedos. Deslumbram-se com as roupas. Uns desembrulham os presentes ferozmente para ver o que tem dentro. Outros tratam os embrulhos como se fossem a coisa mais preciosa do mundo. Uma menina disse: “Nunca ganhei uma roupa tão bonita”. Um menino falou: “É incrível. Eu sonhava ganhar um carrinho de controle remoto tão maneiro quanto este, mas minha mãe nunca pôde comprar um para mim”. Uma mãe agradeceu dizendo: “Isso que vocês fizeram para meus filhos foi o maior presente que recebi neste natal”. Essa alegria das crianças e das mães é recompensador. É também um presente para nós que participamos da campanha.  

    O Núcleo de Responsabilidade Social agradece aos colaboradores da Granfino que realizaram o apadrianhamento. Agradece ainda aqueles colaboradores que, embora não tenham colaborado nesta campanha, participaram de outras campanhas organizadas por instituições sociais e religiosas ou que tenham ajudado pessoalmente as famílias pobres. O importante é a realização da ação. É o gesto. É a solidariedade. É a superação da apatia ou da indiferença que podem ser justificadas na atual crise financeira, política, ética, ecológica e humanitária.

    Carlos Henrique Menditti

    responsabilidadesocial@granfino.com.br

     



    Envie para um amigo Imprimir